Covid-19 vitimou 15,7 mil cearenses em 2021, aponta IBGE

Foto: Reprodução

A pandemia de Covid-19 vitimou 15,7 mil cearenses em 2021, causando uma mudança no padrão de causa de morte. Dado é da Síntese de Indicadores Sociais (SIS) 2022 Ceará divulgada nesta sexta-feira, 2, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Conforme o documento, em 2021, os óbitos por doenças infecciosas e parasitárias relacionadas à Covid-19 predominou como causa dos óbitos no Estado. No intervalo entre 2010 e 2019, as principais causas de óbitos eram doenças do aparelho circulatório, neoplasias [tumores] e causas externas.

Essa tendência foi modificada nos anos de 2020 e 2021, com a maior participação das doenças infecciosas e parasitárias. Elas se tornaram o segundo grupo de causas mais importantes em 2020 e o primeiro em 2021.

Na análise do instituto, alteração na mudança do perfil das causas dos óbitos foi um efeito da pandemia de Covid-19. “Em 2019, período pré-pandemia, as doenças do aparelho circulatório lideravam as causas, seguida pelas neoplasias”.

O Povo

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais notícias