MPE defende a rejeição do recurso contra o prefeito Glêdson Bezerra, mantendo o seu mandato.

Foto: Reprodução/Vídeo

O TSE tende a acompanhar a posição do MPE diante da ausência de provas.

Ministério Público Eleitoral (MPE) defende absolver prefeito de Juazeiro do Norte, Gledson Bezerra, no TSE. Parecer do vice-procurador eleitoral, Paulo Gustavo Gonet Branco, rejeita o agravo contra o prefeito Gledson, do uso de um helicóptero, na véspera das eleições 2020.

A insuficiência de provas para se comprovar a captação ilícita de sufrágio e o abuso de poder econômico. De acordo com a moldura fática estabelecida, houve uso do helicóptero por apenas vinte minutos, em carreata realizada no dia 24.10.2020, vinte dias antes da realização do pleito.

O acolhimento da tese de que foi usado helicóptero na véspera das eleições – dia 14.11.2020 – e de que haveria gravidade suficiente na conduta para a configuração do abuso de poder não prescindiria da análise de fatos e provas, exercício vedado pela Súmula n. 24/TSE.

Assim, o MPE defende a rejeição do recurso contra o prefeito Glêdson Bezerra, mantendo o seu mandato. O TSE tende a acompanhar a posição do MPE diante da ausência de provas.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais notícias

Publicidade