SPA Express oferece massagens para dores crônicas causadas por arboviroses 

Foto: Divulgação

Nos cinco primeiros meses de 2022, o Brasil registrou um aumento de 40% nos casos prováveis de chikungunya em relação a 2021

O SPA Express, está oferecendo massagem relaxante com aromaterapia e óleos essenciais que auxiliam na recuperação e diminuição das dores crônicas, como as causadas pela chikungunya, infecção viral transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

“Utilizamos o óleo de copaíba que ajuda na diminuição da inflamação e dores articulares; o óleo de lavanda que é conhecido por suas propriedades calmante e relaxante; e o óleo de hortelã pimenta que auxilia na respiração e tem ação refrescante. Pesquisas clínicas mostram que a massagem é efetiva para o tratamento de dor lombar, fibromialgia e outras dores de origem osteomuscular, incluindo-se as sequelas adquiridas após as arboviroses dengue, zika e chikungunya”, afirma Helenicy Veras, franqueada do SPA Express no Cariri.

A Chikungunya é uma doença causada por vírus e se caracteriza por quadros de febre associados à dor intensa nas articulações, cefaleia e mialgia. Embora possua sintomas semelhantes ao da dengue, chama a atenção a inflamação simétrica nas articulações, principalmente, punhos, tornozelos e cotovelos,  que, em geral, melhora após 10 dias, mas que pode durar meses após o quadro febril.

De acordo com o último boletim epidemiológico do Ministério da saúde, o Brasil já registrou 47 mil casos prováveis da doença, até o dia 16 de maio, um crescimento de 40% no número de notificações em comparação com o ano passado.

O SPA também oferece drenagem linfática corporal e a DrenoPower, que pode auxiliar no inchaço causado pela doença: “Uma nova manifestação da Chikungunya é o inchaço que chega a durar muitos meses. O paciente pode tentar controlar o inchaço dos membros inferiores por meio de fisioterapia com drenagem linfática e uso de meias. No nosso menu de serviços temos a drenagem linfática corporal e a DrenoPower que inclui drenagem facial”, explica Helenicy.

Ela também alerta que existem algumas contraindicações “As massagens e drenagens não podem ser realizadas na fase aguda da doença e enquanto o paciente tiver febre. A massagem com pedras quentes só é indicada na fase crônica e em alguns casos”, finaliza.

Deixe seu comentário

Mais notícias

Publicidade