Diretoria da CDL de Juazeiro marca presença no maior evento do setor de comércio e serviços do país

Foto: Divilgação

O último fim de semana foi de intensa troca de conhecimento e muito aprendizado para os participantes da 56º Convenção Nacional do Comércio Lojista. O evento realizado em Campos de Jordão, em São Paulo, reuniu 1500 empresários de todo o Brasil, entre eles 13 empresários de Juazeiro do Norte, que compõem a diretoria da CDL, representada pela presidente Zenilda de Sena.

A solenidade de abertura, realizada no dia 13 de maio, contou com a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro,

O evento, que teve como tema “Propósito, a mudança cultural do varejo”, o maior e mais tradicional do setor de comércio e serviços do país, contou com a presença de especialistas do mercado que debateram as principais tendências do varejo.

A presença do presidente da República reflete a importância que o setor vem ganhando na economia nos últimos anos. Hoje, o Comércio e o Serviços respondem por 73% do PIB nacional, é responsável por 27 milhões de empregos e 80% das empresas ativas no Brasil.

Para o presidente da CNDL, José César da Costa, a Convenção é uma oportunidade para apontar caminhos para milhões de empreendedores que apostam no Brasil. “Nossa Convenção é espaço para aprender, motivar e apresentar soluções que ajudarão o país a recuperar sua economia. E essa recuperação passa pelo nosso setor”, diz José César da Costa.

Entre os palestrantes, nomes como Fátima Merlin e Samuel Normando que falaram do Propósito no varejo: você precisa achar o seu e Ricardo Amorim, uma das palestras mais esperadas, que encantou o público com a palestra o Cenário econômico no Brasil e no mundo. “Foram duas manhãs intensas de muita informação e inovação. O evento foi mais uma oportunidade de levarmos para o Cariri ideias que possam fortalecer o nosso comércio. Vender vai muito além de pegar um produto e pagar por ele. A experiência, os valores da empresa e o envolvimento dos colaboradores podem fazer toda a diferença para que um cliente se torne fã da sua empresa. Enquanto representante do comércio, nós que fazemos a CDL seguiremos buscando cada vez mais formas de fortalecer e potencializar nosso comércio”, finalizou Zenilda de Sena.

Deixe seu comentário

Mais notícias