Vale a pena sacar o FGTS extraordinário? Veja o que dizem os especialistas

Foto: Fabiane de Paula

A Caixa começou a liberar nesta semana o saque extraordinário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O recurso está sendo liberado seguindo calendário de acordo com o mês de nascimento do trabalhador.

Qualquer trabalhador que teve ou tem carteira assinada poderá ser sacar até R$ 1.000 de contas ativas e inativas do fundo. Mas, vale a pena retirar o valor agora? O FGTS foi criado como uma forma de garantia ao trabalhador para o caso de aposentadoria ou desemprego. Por conta disso, o professor e coordenador do MBA de Gestão Financeira da Fundação Getulio Vargas (FGV), Ricardo Teixeira, orienta que esse dinheiro não seja utilizado para consumo, mas sim reservado para longo prazo.

O saque do dinheiro pode ser vantajoso para quem tem algum compromisso imediato que, se não for pago, pode virar uma dívida com juros. O recurso também pode ser resgatado para ser aplicado em investimentos que tragam maior rentabilidade.

Pensamento no longo prazo

Ricardo Teixeira recomenda cautela quanto à utilização do saque extraordinário. Ele considera que, se possível, o fundo deve ser mantido pensando em situações de longo prazo ou emergência.

Diário do Nordeste

Deixe seu comentário

Mais notícias

Publicidade