Justiça acata pedido do MPCE e suspende seleção pública da Secretaria de Saúde de Farias Brito, onde candidata que não fez a prova, foi aprovada

Foto: Divulgação

A Justiça do município de Farias Brito acatou o pedido do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e determinou a suspensão da Seleção Pública nº 07/2022 da Secretaria da Saúde de Farias Brito. De acordo com o MPCE, o município deverá rescindir os contratos com os candidatos aprovados e interromper os pagamentos dos salários, sob pena de multa de R$ 10 mil em caso de descumprimento.

O Ministério Público requereu a declaração de nulidade da mesma seleção pública, após uma candidata que não fez a prova objetiva ter recebido nota e ser classificada. O MPCE também verificou que a função de técnico de informática, disponibilizada nesta seleção, não está autorizada na legislação municipal para contratação de forma temporária.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais notícias