Desastre geológico causa rachaduras em casas e obriga 29 famílias a saírem dos imóveis em Missão Velha

Foto: Reprodução

Pelo menos 29 famílias tiveram que sair de casa após risco de desabamento dos imóveis afetados por diversas rachaduras causadas por desastres geológicos na zona rural de Missão Velha. Os problemas começaram a surgir no último dia 30 de março. Nesta terça-feira (19) técnicos do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea) e da Defesa Civil estiveram no local para avaliar os riscos.

A agricultora Socorro dos Santos afirmou que na pressa para sair de casa danificou muitos móveis. “Foi uma correria grande, perdi algumas coisas da minha casa, muitas pessoas estão na casa de amigos por não ter para onde ir. É tristeza para todos nós aqui”, relatou.

O geólogo e inspetor do Crea, Frederico Tavares, esteve nesta terça-feira (19) no distrito de Jamacaru e adiantou que vão ser realizados estudos no solo para decidir o futuro dos imóveis.

“Você vê que realmente isso aqui é um problema geológico e que tem que ser estudado com calma. Tem que ser feito um diagnóstico com coerência. Vamos fazer um laudo e mostrar para a prefeitura para dizer quais os procedimentos eles têm que tomar. Após as análises no solo, vamos verificar se tem como recuperar ou se as casas vão ter que ser demolidas”, explicou.

O coordenador da Defesa Civil de Missão Velha, Vicente de Paulo, afirmou que todas as famílias têm aluguel social garantido por três meses, com possibilidade de renovação pelo mesmo período. As vítimas também estão recebendo cestas básicas.

“Continuamos dando assistência à população. Já foram disponibilizados os aluguéis sociais, abrimos contas para no decorrer da próxima semana liberar os recursos garantindo pelo menos seis meses de aluguel social”, disse.

G1-CE

Deixe seu comentário

Mais notícias

Publicidade