Conta de luz fica mais cara a partir desta sexta-feira (22), no Ceará

Foto: Fabiante de Paula / SVM

O reajuste anual da conta de luz já começa a ser repassado aos consumidores nesta sexta-feira (22), no Ceará. Os aumentos, que variam de 23,99% a 25,09%, foram definidos na última terça-feira (10) pela distribuidora Enel.

O aumento aprovado para imóveis residenciais foi de 23,99%. Com a elevação, consumidores que pagavam R$ 200, por exemplo, agora terão de desembolsar R$ 247,98.

VEJA COMO FICARÁ PARA CADA FAIXA DE CONSUMO:

Consumidores residenciais: 23,99%;
Alta tensão (indústrias e outras): 24,16%;
Conectados em baixa tensão (comércios e pequenos negócios): 25,09%;
Reajuste médio geral: 24,85%.

Bandeira Vermelha saiu de cena, mas ainda é preciso entendê-la
A bandeira vermelha — aplicada até o início de abril em razão da crise hídrica — foi derrubada, mas o reajuste anual da distribuidora não deu trégua ao consumidor.

No entanto, outras bandeiras podem voltar se houver novo cenário de desbastecimento. Por isso, ainda é importante entender como elas funcionam. Veja:

Bandeira verde: não há alteração no valor (em vigor);
Bandeira amarela: a fatura terá acréscimo de R$ 0,01874 para cada 100kWh (quilowatt-hora) consumido;
Bandeira vermelha – Patamar 1: terá acréscimo de R$ 0,03971 para cada 100kWh consumido;
Bandeira vermelha – Patamar 2: a tarifa sofre acréscimo de R$ 0,09492 para cada 100kWh.
Como economizar quando sair de casa:
Evite deixar muitas luzes acesas;
Desligue os eletrodomésticos da tomada.
Dicas de sempre, mas indispensáveis:
Substitua as lâmpadas comuns pelas de LED;

Confira se sua geladeira, máquina e outros estão funcionando normalmente, pois eletrodomésticos com defeitos podem gerar ineficiência energética;

Evite acender lâmpadas durante o dia. Abra a janela para aproveitar ao máximo a luz natural;

Ao sair de um cômodo, lembre-se sempre de apagar a luz;

Ao adquirir novos equipamentos, opte pelos que possuem o selo do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel).

Mude seus hábitos diários
Nos últimos dois anos, a sociedade se adaptou a uma nova rotina, incluindo equipamentos para facilitar as tarefas cotidianas. Dentre eles, a fritadeira elétrica sem óleo, que vendeu 22% mais no início da pandemia de Covid-19, conforme dados da consultoria para o varejo GFK, em 2020.

Esse é mais um aparelho que já faz parte da sua rotina, mas precisará ser utilizado com moderação para aliviar o aumento da conta de luz, conforme explica Érico Veras, professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) e pesquisador em finanças pessoais e comportamentais.

“Você precisará mudar seus hábitos. Quem gosta do banho quente terá de passar para o frio, quem gostar de ar condicionado deverá trocar pelo ventilador, quem colocava apenas uma roupa na máquina precisará deixar acumular e quem gostava de fazer fritura na ‘air frye’ com frequência também terá de otimizar para reduzir o consumo”, lista.
Siga as orientações:
Programe-se para utilizar a máquina de lavar somente uma vez por semana;

Substitua o ar condicionado pelo ventilador. Se não quiser abrir mão do aparelho, desligue-o quando o ambiente estiver climatizado;

Dispense ou reduza o uso do chuveiro elétrico;

Identifique quais roupas realmente precisam ser passadas, além de deixar para usar o ferro somente uma vez por semana;

Tente preparar refeições em fritadeiras e fornos elétricos de uma só vez. Por exemplo, asse a bata e a carne juntas.

Veja como manter os aparelhos, mas de forma mais econômica e eficiente:

Ar-condicionado

Instale o aparelho em local arejado, com boa circulação de ar;
Evite áreas expostas ao sol e mantenha os filtros limpos para não forçar o aparelho a trabalhar;

Evite o frio excessivo, regulando a temperatura em cerca de 23 graus. Lembre-se: quanto mais frio, maior o consumo de energia;

Mantenha as portas e janelas fechadas para evitar que o ar frio escape;

Não desligue o seu ar condicionado do disjuntor, utilize sempre o botão específico do próprio aparelho.

Computador

Nas pausas mais prolongadas, desligue totalmente o aparelho, inclusive o estabilizador;
No caso de desktop, sempre que ocorrer uma pausa no trabalho, desligue o monitor e, se possível, configure-o para desligar automaticamente após um período sem utilização.

Geladeira e refrigerador

A geladeira é um dos equipamentos que mais consome energia em uma residência. Por isso, prefira sempre os modelos com o selo Procel A, que são mais econômicos;
Evite abrir e fechar a porta do aparelho a todo instante;

Não seque roupas atrás da geladeira. Além de sobrecarregar o aparelho, aumenta o consumo de energia;

Verifique sempre o estado das borrachas de vedação;

Sempre deixe um espaço entre a geladeira e a parede, para evitar o superaquecimento do aparelho;

Descongele a geladeira periodicamente. Fazer o degelo é essencial para evitar maior demanda de energia;

Não guarde alimentos quentes na geladeira;

Não forre as prateleiras internas com vidros ou plásticos, pois bloqueia a circulação interna do ar frio.

Chuveiro elétrico

Na maioria das vezes, é o aparelho que mais consome energia em uma residência. Por isso, sempre que possível, mantenha-o na função verão;
Lembre-se de fechar a torneira para se ensaboar e limpe a saída da água periodicamente;

Procure ligar o chuveiro quando a maioria dos outros aparelhos estiver desligada para não sobrecarregar a rede elétrica;

Cada chuveiro deve possuir um disjuntor independente, direto da medição. Se você tem dois chuveiros, instale dois disjuntores adequados à potência de cada um;

Nunca reutilize uma resistência queimada. Além de aumentar o consumo, coloca em risco sua segurança;

Atenção: nunca mova a chave verão/inverno do seu chuveiro com ele ligado. O choque pode ser fatal.

Ferro elétrico

Esse aparelho pode representar até 7% do valor da conta de luz, segundo a Enel. Use-o no grau correto de aquecimento para cada tipo de tecido e inicie o trabalho pelas roupas mais pesadas;
Nos ferros automáticos, regule a temperatura. Passe primeiro as roupas que precisam de menos calor;

Após desligar o ferro, aproveite o calor remanescente para passar algumas roupas leves.

Televisão

O aparelho pode representar, em média, até 15% do valor da sua conta. Por isso, não deixe ela ligada quando não houver ninguém assistindo;
Evite dormir com a TV ligada ou programe o aparelho para desligar automaticamente;

Importante lembrar que a televisão consome energia mesmo desligada. A melhor opção é retirá-la da tomada quando não estiver assistindo.

Máquina de lavar

Mantenha o filtro da máquina sempre limpo para não ter que repetir a operação “enxaguar”.

Diário do Nordeste

Deixe seu comentário

Mais notícias