Cidade de São Paulo registra primeiro dia sem morte por Covid-19 desde o início da pandemia

Foto: AFP

Após dois anos de pandemia, a cidade de São Paulo teve o primeiro dia sem óbitos por Covid-19, no último 2 de abril, segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Até o momento, segundo informações preliminares, o dia 4 de abril também não teve registro de óbitos, podendo ser o segundo dia sem morte por coronavírus na capital paulista.

A pasta destaca que o registro considera o tempo usual de atraso nas notificações de mortes por Covid-19, que é de 15 dias. A SMS lembra que os dados são dinâmicos e podem ser alterados retroativamente.

O marco é resultado direto da adesão da população à vacinação, segundo avalia o secretário municipal da Saúde, Luiz Carlos Zamarco. “A população paulistana aderiu e ultrapassou 100% de cobertura vacinal completa. O resultado pode ser visto nos índices de casos e, agora, de óbito zero”, disse.

MAIS DE 30 MIL DOSES APLICADAS

Até o momento, foram aplicadas 30.400.922 doses de vacinas contra a Covid-19 na cidade de São Paulo, sendo 11.737.138 primeiras doses (D1), 10.903.707 segundas doses (D2), 353.542 doses únicas (DUs), 6.804.092 primeiras doses adicionais (DA1) e 602.443 segundas doses adicionais (DA2).

A cobertura vacinal da população com mais de 18 anos está em 110,2% para D1, em 106,5% para D2, em 73,7% para DA1 e em 6,5% para DA2, segundo a SMS.

Em adolescentes de 12 a 17 anos, foram aplicadas 975.219 D1, representando uma cobertura vacinal de 115,5%. Também foram aplicadas 862.399 D2 alcançando 102,2% do público elegível. Já em crianças, de 5 a 11 anos, foram aplicadas 940.246 D1, representando uma cobertura vacinal de 86,8%, e 568.359 D2, alcançando 52,5% deste público elegível.

Diário do Nordeste

Deixe seu comentário

Mais notícias

Publicidade