Tradicional missa de Padre Cícero ocorrerá sem restrição de público pela primeira vez em 2 anos

O progressivo avanço da vacinação contra a Covid-19, no Ceará, tem possibilitado algumas flexibilizações, em que pese a importância da manutenção dos cuidados básicos nesta pandemia. No âmbito religioso, Juazeiro do Norte dará um importante passo neste fim de semana. Após dois anos, a tradicional missa de Padre Cícero, realizada dia 20 de cada mês, será celebrada sem qualquer restrição de público.

Para Angelita Maciel, articuladora das pastorais da Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores, em Juazeiro, o regresso, “além de muito esperado”, tem uma simbologia especial.

“O romeiro nunca antes tinha vivido essa situação de distanciamento. E, nossa religião diz muito sobre estar junto, estar presente. Este retorno é como se tornasse mais viva essa religião comunitário e solitária”, avalia.

Historicamente, a missa reúne, em média, cerca de 40 mil devotos. No entanto, para esta edição, a primeira sem qualquer restrição, este número pode subir.

“Não temos como fazer uma estimativa de público. Muitos romeiros, de vários estados, manifestam a saudade e o desejo de vir [a Juazeiro do Norte]. Portanto, podemos ter um público bem além”, avalia Angelita.

Cuidados

Apesar das flexibilizações expressas nos últimos decretos, Angelita alerta para a necessidade de os fieis se manterem vigilantes. Ela destaca que “a pandemia não acabou” e que será preciso a adoção de alguns cuidados.

“A vacina nos conferiu um ambiente mais tranquilo, mas a pandemia ainda segue. Será necessário que todos usem máscaras e que usem álcool em gel. Recomendamos, inclusive, que os devotos tragam [o álcool] de suas casas”, ressalta.

Conforme a assessoria de comunicação da Basílica, “haverá voluntários na entrada e nas laterais da Igreja orientando quanto ao uso da máscara”. Questionado como seria a cobrança do passaporte, a assessoria respondeu que “nas igrejas não é cobrado passaporte da vacina”.

De acordo com o decreto do último dia 4 de março, ficaram liberados, sem limitação de público, os eventos sociais e esportivos. No entanto, tais eventos devem exigir o comprovante da vacinação da 3ª dose e uso obrigatório de máscara.

A Autarquia Municipal de Meio Ambiente de Juazeiro do Norte (Amaju) destacou que o “Município seguirá realizando as ações de fiscalização para cumprimento dos decretos de convivência com a Covid-19”.

Ainda segundo o órgão, “será verificado o limite de público para eventos, além da exigência de comprovante vacinal e máscaras, como preconizado pelo decreto atualmente em vigência”.

Diário do Nordeste

Deixe seu comentário

Mais notícias