Sema abre consulta pública para tornar Horto do Padre Cícero uma Área de Proteção Ambiental

Foto: Reprodução

A Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema) abriu uma consulta pública para criação de mais uma Área de Proteção Ambiental (APA) de 800 hectares, que será localizada no Horto do Padre Cícero, em Juazeiro do Norte. Na ocasião, que vai ocorrer na próxima segunda-feira, 7, às 14 horas, serão apresentados os resultados dos estudos técnicos que subsidiaram a proposta de criação do APA estadual.

A consulta pública será transmitida por meio do canal do YouTube da Universidade Regional do Cariri (Urca), instituição que tem tido importante papel na criação de Unidades de Conservação (UC) no Estado, conforme informações do titular da Sema, Artur Bruno. O Ceará já conta com 34 Unidades de Conservação – UC, sendo a 35ª a do Horto do Padre Cícero.

Quando o governador Camilo Santana iniciou sua gestão, o Ceará tinha 24 Unidades de Conservação. Nós já estamos com 34 e vamos chegar a 41 no final do ano. Só no Cariri, nós estamos criando, através do trabalho da Urca, seis unidades de conservação. Criamos há pouco tempo a área de relevante interesse ecológico do Riacho Matinha, no Crato, no Parque de Exposição.

O Horto deve virar APA até o final de março, juntamente com a inauguração do teleférico de Juazeiro do Norte. O equipamento vai ligar a base do município ao Horto

Através da Urca, foram feitos estudos para a unidade de conservação do Caldeirão, no Crato, do Boqueirão, em Lavras da Mangabeira, do Vale dos Buritis, em Santana do Cariri, e do Riacho do Meio, em Barbalha. Nós teremos cinco unidades de conservação até o final do ano, criadas pelo governo Camilo Santana”, completou o titular da Sema.

Das seis APAs criadas no Estado até o final do ano, quatro serão na região do Cariri, que já possui algumas UC federais e duas no Crato. Tornar o Horto do Padre Cícero uma APA acontece em um momento oportuno, quando, segundo Artur, o local enfrenta uma grande quantidade de queimadas e desmatamentos.

“Nós queremos fazer um reflorestamento nessa área do Horto […] Já estivemos em reunião algumas vezes com a Prefeitura de Juazeiro do Norte, que está muito empolgada com a criação dessa unidade, e também com os salesianos e com lideranças da região do Horto do Padre Cícero, onde será um grande ganho para a região do Cariri”, completou o titular.

O que muda?

“Vai ser uma área muito bonita, de importância histórica, religiosa e espiritual. Por isso que a gente fez questão de denominar essa Unidade de Conservação (UC) de Área de Proteção Ambiental (APA) do Horto do Padre Cícero. As pessoas que têm áreas, vão continuar sendo proprietárias; as que têm suas atividades econômicas vão continuar tendo”, explicou Artur Bruno.

Dessa forma, somente as atividades econômicas que começarem daqui para frente precisarão ser licenciadas pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema), em concordância com o Estado, segundo informações do titular do órgão. “Isso é uma forma de ter um certo controle e limite, porque tem havido um desmatamento muito grande nessa área do Horto, além de queimadas frequentes”, completou.

“Também teremos o apoio da Universidade Regional do Cariri (Urca) para fazer uma boa gestão dessa unidade de conservação, sobretudo agora que nós teremos também o teleférico, que vai fazer parte dessa composição do Horto, que terá a gestão do Instituto Dragão do Mar, contratado pela Sema. Vamos ter uma gestão compartilhada. Queremos fazer isso com a prefeitura, com os órgãos ambientais e com a comunidade”, reforçou Artur.

O titular completou informando que será criado um conselho gestor da UC, além de um plano de manejo definindo o que pode e o que não pode ser feito na área. “Não queremos criar limitações indevidas, queremos apenas organizar e evitar que essa área seja tão devastada como foi nos últimos anos”, finalizou.

O Povo

Deixe seu comentário

Mais notícias