Polícia Civil prende 9 pessoas, dentre elas um Sargento e um Cabo da PM envolvidas em homicídios em Campos Sales e Salitre

A Polícia Civil, através da delegacia municipal de Campos Sales deflagrou na manhã desta quarta-feira, a Operação “Magnam Finalem“. Durante a ação, nove pessoas foram presas oito pessoas.

Foram cumpridos 8 mandados de prisão preventiva, inclusive envolvendo 3 policiais militares e 7 mandados de busca e apreensão domiciliar em desfavor de pessoas envolvidas em crimes de homicídios qualificados nos municípios de Campos Sales, Salitre e região.

As investigações dos diversos delitos foram iniciadas no ano de 2019 pela Delegacia Municipal de Campos Sales, possibilitando a identificação, em cada um dos procedimentos, dos indivíduos responsáveis pela determinação, participação e execução nos diversos crimes contra a vida praticados na região do cariri oeste.

Nos trabalhos investigativos realizados foram colhidos inúmeros elementos de informação, incluindo provas técnicas, atestando indícios de autoria dos crimes contra os investigados, e com base nesses elementos que a Polícia judiciária representou ao juízo da Vara Única de Campos Sales e Salitre pela expedição dos mandados de prisão, busca e apreensão e acesso a dados telefônicos, tendo a representação sido deferida e a operação deflagrada na data de hoje.

Até o momento, 09 pessoas foram presas, sendo 8 relativas aos mandados de prisão preventiva expedidos e outra em virtude de flagrante pela posse irregular de arma de fogo permitido, sendo ainda dado cumprimento integral aos 7 mandados de busca e apreensão domiciliar, momento em que foram apreendidos uma arma de fogo, munições, a quantia em dinheiro de R$ 5.467,00, aparelhos celulares e outros objetos de interesse da investigação criminal.

Segundo a Polícia Civil, é Importante registrar que muitas das armas utilizadas nos crimes relacionados aos investigados presos já estão na posse da polícia judiciária.

Após os procedimentos legais realizadas na delegacia de Campos Sales os presos foram conduzidos a cidade de Juazeiro do Norte para exame de corpo de delito na PEFOCE e em seguida recolhidos na cadeia pública de Juazeiro, onde permanecerão a disposição da justiça. A Polícia Civil optou por não divulgar os nomes dos presos.

A operação foi deflagrada pela delegacia municipal de Campos Sales e contou com apoio das delegacias Regionais de Juazeiro, Crato e Tauá e delegacias municipais de Araripe, Assaré e Núcleo de homicídios de Juazeiro do Norte, além de equipes do Batalhão de divisas e equipes do grupamento especializado do Raio.

Deixe seu comentário

Mais notícias