Com chuvas de março, Açude do Orós atinge maior volume em sete anos

Foto: Reprodução

Segundo maior reservatório hídrico do Ceará, o Açude do Orós, localizado no município homônimo, atingiu o maior volume de água dos últimos sete anos. Com as fortes chuvas que banham o Centro-Sul cearense desde o começo deste mês, a reserva hídrica da barragem alcançou 31,28% da sua capacidade total. O índice é o maior desde o dia 24 de abril de 2015, quando foi registrado 31,33%. Os números constam no Portal Hidrológico do Ceará, gerenciado pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

Com capacidade para acumular até 1,9 bilhão de metros cúbicos (m³) de água, o Açude de Orós concentrava, até a noite desta sexta-feira, 25, uma cota hídrica de 606 milhões (m³). No fim de fevereiro, antes das chuvas registradas neste mês, o volume chegava a pouco mais de 435 milhões (m³). Os números indicam que, somente em março, que ainda não acabou, o reservatório captou aproximadamente 171 milhões de metros cúbicos de água.

O quadro reflete os dados meteorológicos informados pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). De acordo com o órgão, o município de Orós registrou, entre os dias 1º e 25 de março, cerca de 260 milímetros (mm) de chuvas. Mesmo ainda restando seis dias para o término do mês, o acumulado medido até aqui já é maior do que o índice registrado nos mês inteiro em 2021, que foi de 156 mm.

O Povo

Deixe seu comentário

Mais notícias