Ceará tem ocupação de 48,14% em UTIs; tendência é de queda de casos

Foto: Reprodução

O Ceará registrou ocupação de 48,14% nas suas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) voltadas para o tratamento de Covid-19. Os dados são da plataforma IntegraSUS, da Secretária da Saúde do Estado (Sesa).
Desde o começo de 2022, a média de ocupação em UTIs mais alta apresentada foi de 86,94%, em 18 de janeiro. O cenário de tendência de queda dos casos de Covid-19 no Ceará confirmou-se

A plataforma também indica os índices de 51% em leitos de UTI voltados para adultos. Já as UTIs para crianças apresentam 38,89%, enquanto a UTI neonatal registra ocupação de 25%. As alas destinadas ao atendimento de gestantes, por sua vez, não registram ocupação nos leitos. O monitoramento considera unidades médicas públicas e particulares.

Até o momento, a taxa média de ocupação das enfermarias de Covid-19 está em 28,59%. Desde o começo deste ano, a média mais alta registrada no setor foi de 68,85%, no dia 27. Atualmente, os leitos voltados para adultos apresentam ocupação de 20,48%.

A ala de atendimento infantil apresenta 58,55% de ocupação, enquanto que a ocupação em leitos voltados para atendimento de gestantes está em 2,13%. Por sua vez, os leitos de enfermaria voltados para atendimento neonatal registraram 14,29% de ocupação.

Deixe seu comentário

Mais notícias