Áreas técnica e jurídica do Estado já tratam do protocolo para flexibilizar o uso de máscaras no Ceará

Membros da área técnica da Saúde e da parte jurídica do Governo do Estado já começaram a tratar do protocolo para flexibilizar do uso das máscaras no Ceará. A medida, adotada pelo estado de São Paulo e em vigor em, pelo menos, 12 capitais brasileiras, deve ocorrer no Ceará nas próximas semanas

12 capitais já liberaram de alguma forma o uso de máscaras, sendo que Natal e Rio de Janeiro retiraram a regra para locais abertos e fechados. As demais Capitais, incluindo Fortaleza, ainda adotam o uso em todos os locais. A tendência é que também nas próximas semanas, a Capital cearense passe a integrar o grupo das que liberaram as máscaras em locais abertos.

PRESSÃO DOS SETORES

Setores da economia já começaram a pressionar o comitê de Combate à pandemia no Estado a avaliar abolir o uso do equipamento. Segundo o colunista Victor Ximenes, deste Jornal, a Abrasel, associação que congrega bares e restaurantes, a CDL, Câmara dos Dirigentes Lojistas, integram o grupo dos que pedem a medida.

Na reunião do Comitê que ocorrerá na próxima sexta-feira, o tema deverá ser pauta. Ou seja, ainda no fim de semana, o Ceará poderá adotar a medida, após pouco menos de dois anos em vigor, por conta da pandemia.

Diário do Nordeste

Deixe seu comentário

Mais notícias