Alta da gasolina impacta autoescolas; reajuste para formação de condutores chega a 18% no Ceará

Foto: José Leomar/SVM

O preço dos combustíveis, que foram reajustados no início deste mês pela Petrobras, provoca impactos em toda a economia. Um setor que já vem sofrendo com o valor do litro da gasolina é o de autoescolas. De acordo com estabelecimentos ouvidos pela reportagem, a formação de condutores deve sofrer reajuste de até 18%.

O presidente do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores de Veículos do Estado do Ceará (SINDCFCS-CE), Eliardo Martins, explica que a situação para o setor tem sido complicada, já que recebem de forma antecipada do cliente.

“Temos alunos ainda que se matricularam no ano passado e ainda estão fazendo o processo, o litro da gasolina estava aproximadamente R$ 5 e, hoje, está a quase R$ 8, então pra gente tem sido um impacto muito grande, direto na prestação do nosso serviço”, afirma.

De acordo com Martins, o valor gasto com combustível varia conforme a estrutura da autoescola, mas pode chegar a uma média diária de R$ 138 por carro, por exemplo. “Em uma hora de aula gastamos 1,5 litro de gasolina, em 12 horas, que é o limite permitido, gastamos 18 litros”.

Diário do Nordeste

Deixe seu comentário

Mais notícias