54 famílias estão desabrigadas após rompimento de barragens com chuva de 200 milímetros em Várzea Alegre

Foto: Reprodução

54 famílias ficaram desabrigadas em Várzea Alegre, por causa das fortes chuvas deste sábado (12). O rompimento de barragens de açudes da região deixaram várias localidades do município ficaram inundadas.

Conforme o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil, as pessoas resgatadas foram abrigadas nas casas de familiares. As áreas dos açudes Caraíbas e Canindezinho foram as mais afetadas. Várzea Alegre registrou chuva de 75 mm no sábado, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Várias ruas da cidade ficaram inundadas.

Ainda segundo os Bombeiros, equipes da Defesa Civil estão em deslocamento para os locais mais atingidos. O número de famílias que precisam deixar suas casas devido às chuvas pode ser maior.

A estação chuvosa no Ceará vai fevereiro a maio e, neste fim de semana, além de Várzea Alegre, cidades como Carnaubal, no Norte, Poranga (Sul) e Cedro (Centro-Sul) também registraram enchentes.

Os bombeiros também informaram que o nível das águas está baixando e que a cidade não registrou chuvas neste domingo (13). Fotos registradas pelos agentes mostram casas destruídas, com telhados ao chão.

Açudes rompidos

De acordo com o secretário de infraestrutura de Várzea Alegre, Eleomarcos Correia, açudes de pequeno porte se romperam com a força da água, o que está provocando alagamentos na área urbana e rural.

Eleomarcos diz que no distrito de Canindezinho choveu mais de 200 mm, fazendo com que o Açude Caraíbas estivesse “com uma sangria muito forte, nunca vista”. A Funceme registrou na cidade 75 mm de acordo com dados do posto Boa Vista.

G1-CE

Deixe seu comentário

Mais notícias

Publicidade