Positividade de testes de Covid em UPAs do Ceará cai e atinge menor índice de 2022

Foto: Thiago Gadelha

Após uma forte onda de contaminações, a taxa de positividade de testes de Covid em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Ceará tem reduzido. No último dia 7, cerca de 12% dos exames realizados nas unidades deram positivo.

No mês passado, o dia 12 registrou a maior taxa de positividade do ano, quando 72% dos testes feitos por pacientes nas UPAs do Estado deram positivo. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), divulgados por meio da plataforma IntegraSUS.De acordo com Patrícia Santana, diretora de cuidados e saúde das nove UPAs geridas pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), a redução acontece devido às restrições e ao processo de imunização.

“Interessante, porque é justamente aquele período de incubação do vírus de cerca de 14 dias de réveillon e a gente não pode deixar de associar às festividades de fim de ano com o aumento de Covid duas semanas depois”, detalha.

Os casos identificados como coronavírus tiveram redução ainda mais significativa entre as duas semanas: na primeira, foram 1.626 pacientes diagnosticados com Sars-CoV-2; na segunda, foram 612, cerca de 62% a menos.

Patrícia destaca que, além da menor demanda, há redução das mortes causadas pelo coronavírus. “Estamos com índice de mortalidade muito menor em relação à Covid, o que a gente atribui a vacina e a 3ª dose”, completa.

Entre os pacientes internados, grande parte não está com o ciclo vacinal completo, como acrescenta a diretora.

 

Diário do Nordeste

Deixe seu comentário

Mais notícias

Publicidade