Morre a quinta vítima da chacina do bairro Triângulo em Juazeiro

Por volta das 8 horas desta quarta-feira morreu no Hospital Regional do Cariri (HRC), Francisca Luiz de França, 57 anos. A quinta vítima da chacina do bairro Triângulo em Juazeiro, ocorrida na madrugada do dia 8 de fevereiro, na Rua Francisco Monteiro, 427 (Triângulo)

Francisca foi lesionada com um tiro no pescoço e socorrida em estado grave, mas não resistiu e morreu 15 dias após o atentado. Ela respondia procedimentos por crimes de corrupção de menor, tráfico de drogas e posse de arma de fogo.

Na madrugada do dia 08 de fevereiro, a casa foi invadida por homens armados e encapuzados que já entraram atirando. Naquele dia morreram Joselito dos Santos Braga, 32 anos, que respondia por furtos, homicídio e porte de arma; Rafael Martins Tavares, 30 anos, respondia por extorsão e ter feito justiça com as próprias mãos; Lucicleide da Silva, 44 anos, acusada de tráfico, e José Anderson Moreira de França, 16 anos.

Saíram baleadas a própria Francisca que faleceu nesta quarta-feira(23), sua filha Maria Fernanda de França Alves, 25 anos, que sofreu tiros na mão esquerda e joelho direito; Maria Erica da Silva Alves, 19 anos, baleada no cotovelo direito e de raspão na cabeça; sua filha de 4 anos Maria Isabela da Silva Moreira foi atingida na perna direita; e Ana Júlia da Silva França, 15 anos baleada na coxa esquerda.

No último dia 14 de fevereiro, a polícia prendeu Cícero Edilson da Silva Farias, 19 anos, o “Cicim Banguelo”, acusado de ser o mentor e um dos executores da chacina o qual estava refugiado no Sítio Brejinho na zona rural de Bodocó (PE). Além de Paulo Samuel da Silva, 21 anos e Paulo Henrique da Silva, 25 anos. Foi o 8º homicídio do mês de fevereiro em Juazeiro e o 21º do ano no município.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais notícias