Dos 7 acusados que foram detidos apenas um jovem de 19 anos tem participação na Chacina do bairro Triângulo, em Juazeiro

Foto: Reprodução

Apenas um dos 7 que foram presos acusados da Chacina do Triângulo em Juazeiro, permanece preso sob essa acusação, os demais tiveram a participação descartada, mas seguem presos por outros crimes.

Na noite desta quinta-feira (10), a SSPDS divulgou que os sete suspeitos chegaram a ser detidos, mas apenas um tem relação direta com a chacina em Juazeiro do Norte. Cícero Leonardo Rodrigo dos Santos, 19 anos, o “Bida”, que reside na Vila Apolinário (João Cabral) em Juazeiro é o único que a polícia não tem dúvida da sua participação na chacina. Na última terça-feira (08), Paulo Samuel da Silva, 21 anos, e Paulo Henrique da Silva, 25 anos, já haviam sido presos.

Casa onde ocorreu a chacina na madrugada da última terça-feira (08)

Os demais Francisco Auran dos Santos Nunes, 21 anos, Cícero Roberto dos Santos Nunes, 20 anos, o “Japão”,
Wermerson Honorato dos Santos, apelidado por “B”, Natanael Cavalcante da Silva, 26 anos, o “Niel”, Cícero Michel Chagas, de 27 anos, e o adolescente de iniciais E. J da S. S. de 16 anos foi apreendido

Uma das sobreviventes da chacina que deixou quatro mortos e cinco feridos, relatou a polícia sobre o momento em que os criminosos invadiram a casa onde estava e atiraram contra membros da família. A vítima, que preferiu não se identificar, afirmou que os homens arrombaram a porta da casa e atiraram para todos os lados na frente de crianças.

“Os tiros pegaram nas paredes dos santos, nas janelas. Eles conseguiram abrir a porta dando chutes e começaram a entrar atirando. Eu levei um tiro na perna. Eu estava agoniada, correndo para lá e para cá, porque eram muitos tiros, as pessoas desesperadas, as crianças desesperadas, porque eles estavam matando as pessoas em cima da gente”, relata.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais notícias

Publicidade