Bolsonaro revela ligação para Putin e diz que Brasil adotará posição ‘neutra’ sobre Ucrânia

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, neste domingo (27), que ligou para o presidente da Rússia, Vladimir Putin, com o intuito de conversar sobre a guerra contra a Ucrânia. Sem detalhes sobre a conversa, ele revelou que o Brasil irá adotar um posicionamento neutro sobre a questão.

A posição seria, segundo ele, para não “trazer as consequências do embate para o país”. A declaração foi dada durante uma coletiva de imprensa no Forte dos Andradas, em Guarujá, no litoral de São Paulo.

Questionado sobre a invasão russa em Kiev, a capital ucraniana, Bolsonaro disse acreditar que é um “exagero” falar em massacre.

“Estive há pouco conversando com o presidente Putin. Mais de duas horas de conversa. Tratamos de muita coisa. A questão dos fertilizantes foi uma das mais importantes, tratamos do nosso comércio, e obviamente ele falou alguma coisa sobre a Ucrânia, que eu me reservo como segredo de não entrar em detalhes da forma como vocês gostariam”, declarou.

Além disso, ele citou o voto do Brasil na resolução da ONU. Pontuou que o voto ainda não está decidido e não está atrelado a nenhuma outra potência. “Nós não podemos interferir. Nós queremos a paz, mas não podemos trazer consequências para cá”, disse.

“Eu entendo que não há interesse por parte do líder russo de praticar um massacre. Ele está se empenhando em duas regiões do Sul da Ucrânia que, em referendo, mais de 90% da população quis se tornar independente, se aproximando da Rússia. Uma decisão minha pode trazer sérios prejuízos para o Brasil”, continuou Bolsonaro.

Na manhã desta segunda-feira (28), Bolsonaro negou a conversa com Putin relatada no dia anterior. “Não procede a informação que eu teria falado com o Presidente Putin no dia de ontem”, escreveu. “Conversei com ele apenas por ocasião da minha visita à Rússia em 16 de fevereiro”, explicou. O presidente culpou a imprensa pela informação, apesar de a declaração ter sido registrada em vídeo.

 

Diário do Nordeste

Deixe seu comentário

Mais notícias

Publicidade