Assassinato dos policiais Leal e Lisboa em Barbalha completa 12 anos

Foto: Arquivo

Hoje quinta-feira, (03), completa exatos 12 anos que o Cabo PM Francisco das Chagas Gomes Leal, 43 anos, do Batalhão de Policiamento de Barbalha e o Soldado José Alisson Alves Lisboa, 24 anos, do então Ronda do Quarteirão foram mortos a tiros no Sítio Lagoa, em Barbalha. Os crimes ocorreram no dia 03 de fevereiro de 2010.

O Cabo PM Leal, tinha 26 anos na corporação, e foi surpreendido e fuzilado por um homem conhecido como Avacir, no interior de uma casa na Vila Maria Correia. Ao perceber a situação, policiais acionaram o reforço do Batalhão de Policiamento de Juazeiro do Norte, que ajudaram a cercar o local.

Após vários minutos de tiroteio, o Soldado Lisboa se aproximou do quintal da residência, local escolhido pelo bandido para fuga. No encontro, houve troca de tiros e o militar foi atingido por uma bala na cabeça. Avacir, também morreu. Ao fim do tiroteio, a Polícia encontrou várias armas na residência.

Deixe seu comentário

Mais notícias

Publicidade