Três hospitais públicos de Fortaleza estão com 100% de ocupação em UTIs e enfermarias voltadas para Covid

Três hospitais públicos de Fortaleza registraram nesta terça-feira (25) lotação máxima em suas unidades de terapia intensiva (UTIs) e enfermarias específicas para pacientes com Covid-19.

Os dados são da plataforma IntegraSUS, gerenciada pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa-CE), e foram coletados às 13h12, considerando as unidades que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O Hospital Geral de Fortaleza (HGF) está entre os hospitais com os leitos voltados atualmente para Covid ocupados. A unidade está com todos os 20 leitos de UTI adulto, 125 leitos de enfermaria adulto e 15 leitos de enfermaria para gestantes ocupados.

Outra unidade que atingiu a capacidade máxima estipulada para o atual momento foi o Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara (HGWA), que dispõe de 4 leitos de UTI adulto, 9 leitos de UTI infantil, 1 leito de UTI neonatal, 16 leitos de enfermaria adulto e 21 leitos de enfermaria infantil e está com todos ocupados por pacientes internados pela infecção por coronavírus.

Mesma situação foi registrada no Hospital Infantil Albert Sabin, especializado no atendimento de crianças e adolescentes, que está com os 8 leitos de UTI e os 51 leitos de enfermaria infantil ocupados.

Apesar da lotação nas unidades apontada pelo IntegraSUS, a Secretaria da Saúde (Sesa) informou que é possível disponibilizar novos leitos voltados para o tratamento da Covid-19 a partir da demanda. “Devido ao momento de um novo agravamento da Pandemia de Covid-19 e de uma epidemia de influenza H3N2 no Estado, a Sesa executa uma readequação na rede hospitalar, com criação/reativação gradativa de leitos”, aponta.

Ao todo, Fortaleza está com 77,4% dos leitos de UTI públicos ocupados, além de 95,24% de ocupação nas enfermarias gerenciadas pelos governos municipal, estadual ou federal.

G1-CE

Deixe seu comentário

Mais notícias

Publicidade