Em apenas 4 dias, Ceará já registra quase metade do volume de chuva esperado para janeiro

Foto: Camila Lima

Em apenas 4 dias, já choveu o acumulado de 47,7 milímetros no Ceará. O volume observado é quase a metade do total da média histórica para janeiro: 98,7 mm. Os dados parciais são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) e podem sofrer atualização ao longo dos dias.

Esse índice pode subir ainda mais nos próximos dias se considerada a renovação do alerta de chuvas e ventos fortes emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Este é o 12º dia seguido de aviso. Desta vez, todas as 184 cidades cearenses estão inclusas no alerta de ‘perigo potencial’. O alerta é válido até esta quarta-feira (5).

Esta classificação aponta para o risco de chuva entre 20 e 30 milímetros por hora ou até 50 mm no dia, além de ventos intensos de 40 a 60 km/h. O risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas é baixo, acrescenta o Inmet.

PRÉ-ESTAÇÃO

As chuvas de janeiro fazem parte da pré-estação, no Ceará. O Estado tem dois períodos que marcam as precipitações, de dezembro a janeiro (pré) e de fevereiro a maio, que corresponde à estação chuvosa.

Para pré-estação, inicia em 1º de dezembro do ano passado, a previsão é de chuvas acima ou dentro da média, conforme análise do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Em dezembro, este prognóstico se confirmou.

O mês encerrou com chuvas 68,4% acima da média histórica, que é de 31,6 mm. Ao longo dos 31 dias do mês passado, a Funceme anotou o acumulado de 53,2 milímetros.

 

Diáriodonordeste

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais notícias

Publicidade