Ceará já tem em janeiro 7 vezes mais casos de Covid do que dezembro de 2021

Foto: Reprodução

Estar com Covid, conhecer quem testou positivo ou saber de alguém que está com suspeita de contaminação. A sensação agora é de que o ritmo de infecção é bem mais veloz do que em outros momentos da pandemia. E, de fato, no Ceará, janeiro de 2022 tem um incremento considerável de casos da doença. Esse mês, o número de confirmações já é 7 vezes mais do que o total contabilizado em dezembro de 2021.

A análise feita pelo Diário do Nordeste tem como base os dados divulgados no Integrasus, plataforma digital da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), na qual constam, dentre outras informações, o total de confirmações e óbitos por dia no Estado.

Em dezembro de 2021 foram 7,5 mil novos casos de Covid. Em janeiro já são 58,7 mil. Um acréscimo expressivo em um intervalo curto.

Quando observada a série histórica de novos casos desde o início da pandemia, em quatro momentos o incremento no Ceará foi significativo de um mês para o outro. Logo no início, abril de 2020, teve 4 vezes mais casos que março, e maio teve 2 vezes mais casos que abril.

Na segunda onda, de fevereiro para março de 2021 também houve um aumento brusco no número de novos casos. Naquele momento, março registrou quase o dobro de confirmações que o mês anterior.

Já agora, a preocupação é justamente porque a velocidade de transmissão, atribuída a variante Ômicron, é muito mais expressiva.

Desde outubro o Ceará vem registrando elevação no número de novas infecções, contudo, o incremento até dezembro não foi tão discrepante. Em números absolutos, janeiro já tem 51,2 mil casos a mais que o mês anterior.

Diário do Nordeste

Deixe seu comentário

Mais notícias