Sesau e Procuradoria se reúnem com Comissão de Saúde da Câmara

Foto: Reprodução

Com o objetivo de esclarecer a posição da Prefeitura de Juazeiro do Norte frente às denúncias contra o Instituto Diva Alves do Brasil (Idab), a secretária de Saúde, Francimones Albuquerque, e o procurador geral do Município, Walberton Carneiro, estiveram reunidos com os membros da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores, nessa segunda-feira, 6.

Os vereadores Lucas do Horto, Fábio do Gás e Rafael Cearense, membros da comissão, acompanhados do denunciante, vereador Janu, e Jesualdo Duarte, suplente recém empossado, questionaram gastos do Idab com ambulâncias. Segundo eles, o contrato é superfaturado.

Outras questões abordadas pelos vereadores dizem respeito a uma servidora que estaria recebendo salário indevidamente por duplicidade de plantões, além de gastos com serviço de Uber nas unidades de saúde.

Participaram também da reunião o presidente da comissão municipal de auditoria, Elton Cléberton, a auditora Aline Bringel, e a diretora clínica do Hospital Maternidade São Lucas, Bruna Bender, que comprovaram a isenção do município na contratação das ambulâncias.

Foram apresentados documentos, como escalas de plantões, referendando a prestação dos serviços pela profissional, e o relatório mensal da auditoria, mostrando que a Secretaria de Saúde tinha identificado o problema com a contratação das ambulâncias e com a contratação de Uber e, como consequência, reteve os pagamentos referentes aos contratos.

Os vereadores reclamaram da falta de acesso às prestações de contas da Secretaria, referentes ao Idab. A secretária Francimones garantiu que os documentos, inclusive com as análises da auditoria, são enviados ao Poder Legislativo a cada mês concluído. Francimones se comprometeu em repassar os documentos individualmente a cada parlamentar presente.

Sobre os encaminhamentos, o procurador Walberton disse estar direcionando todos os esforços para que as medidas cabíveis sejam tomadas. Walberton afirmou que dois procedimentos administrativos foram abertos contra o Idab e disse que devem ter um relatório final nos próximos dias.

Deixe seu comentário

Mais notícias