Estudantes da rede estadual recebem mais de 10 mil notebooks

Foto: Gabriel Borges

Quase 11 mil alunos tiveram o esforço dedicado ao ensino médio reconhecido na manhã desta quinta-feira, 9. Com um investimento de R$ 20,4 milhões, o Governo do Estado adquiriu 10.910 notebooks, e entregou os equipamentos para estudantes de destaque na rede estadual de ensino.

Os critérios para a escolha dos alunos levaram em conta fatores como a frequência escolar, notas, o resultado obtido no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), além do desempenho no Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece), referentes ao ano de 2017. Jovens da 1ª, 2ª e 3ª série do ensino médio, além alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) participaram do momento.

A cerimônia de premiação ocorreu no Centro de Eventos do Ceará e contou com a presença do governador Camilo Santana (PT), que destacou outras medidas, voltadas à educação, que já foram adotadas durante os dois últimos anos.

“O Estado criou uma política durante a pandemia e, inclusive, transformou isso em uma política pública permanente, que é a entrega dos chips e tablets para os alunos que estão cursando o ensino médio no Ceará”, destacou.

Sobre o atraso na entrega dos computadores, o governador declarou: “Esses notebooks que estamos entregando aqui fazem parte dos alunos que tiveram melhores resultados do Spaece (em 2017), nas escolas estaduais. Houve algumas situações em que foram interrompidas as entregas, ou por causa das eleições ou pela pandemia”.

Apesar dos imprevistos, de acordo com o Governo do Estado, 80.091 notebooks já foram entregues desde 2016, o que totaliza um investimento de R$ 90,3 milhões. Para a estudante Kellvia Ribeiro, 20, uma das premiadas, o reconhecimento e a premiação ainda são válidos, mesmo após o ensino médio.

“Isso representa uma grande ajuda. Eu estava precisando do notebook, não tenho condições de comprar, meus pais compraram um de segunda mão, mas ele já não funciona como deveria. Vai ser mais uma ajuda para que eu não desista da minha faculdade”, destaca.

Já para Luiz Gustavo, 21, que também foi aluno da rede estadual, mas já está na universidade, o momento é de agradecer aos que fizeram parte da sua trajetória.

“É um orgulho, primeiramente, pela minha escola e pelo trabalho que pude fazer lá junto dos meus professores, isso também é uma conquista deles. Esse equipamento vai ajudar bastante na questão da acessibilidade”, ressalta.

Dos quase 11 mil computadores, 2.613 foram entregues em Fortaleza, já os outros 8.297 serão encaminhados para as 20 Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Credes). De acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para o Ensino Médio, o Ceará conta com 21 escolas entre as cem melhores do País.

Durante o evento, o governador Camilo Santana destacou que o Estado não interrompeu em nenhum momento os investimentos na área educacional durante a pandemia, além de revelar que já projeta planos para a educação em 2022.

“Vamos lançar em breve um novo pacote para melhorias das estrutura físicas das escolas estaduais. Atualmente, mais de 50% das nossas escolas já são escolas de tempo integral do Ceará”, finaliza.

 

O Povo

Deixe seu comentário

Mais notícias