Complexo Ambiental Mirante do Caldas, em Barbalha, é inaugurado neste sábado (13)

Foto: Divulgação

O Governo do Ceará inaugurou, na manhã deste sábado (13), o Complexo Ambiental Mirante do Caldas, equipamento importante para a educação e pesquisa ambiental, bem como o turismo sustentável na região do Cariri. Instalado em Barbalha, no distrito de Caldas, o espaço conta com teleférico, Centro de Interpretação Histórica e Ambiental da Chapada do Araripe, café cultural, Borboletário do Cariri e vista privilegiada da região. O investimento total foi de R$ 13,8 milhões. Participaram da inauguração o governador Camilo Santana, a vice-governadora Izolda Cela, o secretário estadual de Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno, o prefeito Guilherme Saraiva e diversas autoridades da região.

A obra envolveu a recuperação e reforma de um prédio histórico no Caldas, a construção de uma linha de teleférico com duas estações (Bom Jesus e Mirante do Cruzeiro), a passarela de acesso e a plataforma do mirante. O percurso de 544 metros entre um estação e outra será feito em oito minutos.

Ao todo, serão 34 cadeiras com três assentos levando os visitantes da sede do distrito ao alto da Chapada do Araripe. Seis torres de 11 a 16 metros dão sustentação à estrutura do teleférico. O Complexo será administrado, inicialmente, pelo Instituto Dragão do Mar, que ficará responsável por realizar um trabalho de educação ambiental e patrimonial, exposições, atividades artísticas, cursos, oficinas, visitas guiadas e a operação do teleférico, além de outras atividades.

O Prefeito Guilherme Saraiva comemorou a concretização do projeto pensado há cerca de duas décadas por Camilo Santana e reforçou que a Prefeitura vai trabalhar para garantir a estrutura necessária para que seja dado prosseguimento ao desenvolvimento sustentável local. “Depois de 19 anos dessa ideia iniciada pelo nosso governador, quando ainda era secretário do Ibama, estamos aqui inaugurando. Não é um simples teleférico, mas a representação que isso vai ter, não só para Barbalha, mas para o turismo da região. Isso vai agregar muito ao turismo. Podem contar com o município para que a gente melhore mais ainda esse distrito”.

Ao lado da estação Bom Jesus fica o Centro de Interpretação Histórica e Ambiental da Chapada do Araripe e o café histórico. O espaço conta com uma exposição permanente que apresenta a história geológica da região, mostrando o rico patrimônio arqueológico, a biodiversidade e a cultura popular local que se mistura com a religiosidade.

Já lá no alto da chapada, onde fica a estação do Mirante do Cruzeiro, os visitantes terão acesso ao Borboletário do Cariri – primeiro espaço na Chapada do Araripe dedicado ao estudo das borboletas que vivem e se reproduzem na Floresta Nacional. O ambiente será coordenado por professores da Universidade Regional do Cariri (Urca), que realizarão pesquisa científica e educação ambiental.

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais notícias