Ceará não aumentará alíquota do IPVA em 2022

O contribuinte cearense poderá ter um alívio nas contas do próximo ano porque a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) confirmou que as alíquotas do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) não serão reajustadas para cima. Contudo, o valor pago devido ao tributo ainda poderá ser maior dependendo da valorização de cada carro.

A perspectiva se confirma pelo fato de que a Sefaz, apesar de não alterar a taxa referente ao IPVA, confirmou que o valor base dos veículos pode ter sido alterado nos últimos meses, considerando a valorização de preço durante a pandemia.

A confirmação desse possível aumento do valor cobrado para o IPVA pelo Governo do Estado na comparação entre 2020 e 2021, no entanto, dependerá da Tabela Fipe sobre o preço dos veículos no Brasil. O levantamento é publicado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Contudo, segundo previsões da própria instituição para o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), os veículos novos e seminovos tiveram uma variação positiva de 16,04% e 27,63%, respectivamente, entre janeiro e outubro de 2021. Ou seja, ficaram mais caros neste ano.

O IPC mede a variação de preços de bens e serviços habituais de famílias com nível de renda situado entre 1 e 33 salários mínimos mensais.

Já considerando os últimos 12 meses até outubro passado, a valorização dos automóveis novos e usados foi de 19,32% e 31,87%, respectivamente.

Com esse cenário, a previsão é de que o valor base do IPVA fique mais caros para alguns carros, mas será preciso aguardar a divulgação da Fipe para analisar modelo por modelo.

DN

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais notícias